sábado, 18 de setembro de 2021

Confraria das Crônicas Fantásticas | Agosto

 Olá, pessoal! Tudo bem com vocês


Cheguei para falar sobre os contos de agosto da Confraria das Crônicas fantásticas. Para quem ainda não conhece, esse é um projeto da editora Crônicas Fantásticas que me chamou para fazer uma parceria com eles. Consiste em um serviço por assinatura de contos escritos por autores nacionais que são enviados por e-mail todos os meses. 

Eu recomendo, os contos são sempre de alto nível e você pode apoiar esse projeto com valores a partir de R$ 10,00 através do Catarse: https://www.catarse.me/confraria 😉


FRONTEIRA DA PERDIÇÃO


Nessa aventura, Olhos de Lua e seus companheiros de guerra enfrentam os temíveis elfos, que com grande sede de violência, estão em busca de matar e reconquistar as terras que agora estão ocupadas por camponeses. Enfrentando a morte a todo momento, ela demonstra que tem muita garra, força e habilidade, mas por dentro, além do medo de deixar seu irmão à própria sorte, existe uma profunda reflexão sobre os rumos que aquela guerra tomará, e os motivos pelos quais os elfos carregam tanto ódio dentro de si.


A AMPULHETA DE ISTAMBUL


Um rapaz em um trem está apenas querendo voltar para casa, mas sua curiosidade o faz correr atrás de um "ladrão de tempo". Uma ampulheta mágica está em jogo, e não pode cair em mãos erradas. Mas qual é a mão errada? Uma crônica bem curtinha, que aguça a vontade de saber o que vem por aí.


CAMINHO DAS PROCISSÕES

Giovanni é o escolhido pela profecia babilônica para derrotar um falso deus, que tomou a força o reino. Ao lado da princesa Semíramis e do mestre Khaali, ele vai lutar contra esse monstro. É o início de uma aventura sobrenatural num reino que tinha sido considerado extinto.







✨ O que você achou desse post? Me conta aqui nos comentários! Compartilhe com o máximo de pessoas possíveis e me marque nas redes sociais. 💖

Caso você ainda não me acompanhe nas redes sociais, vou deixar os links aqui:





LEIA MAIS

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Resenha 44 | Anne de Green Gables

 


Título: Anne de Green Gables
Autor: Lucy Maud Montgomery
Gênero: Romance
Nacionalidade: Canadense
Título original: Anne of Green Gables
Tradução: João Sette Camara
Editora: Ciranda Cultural
ISBN: 9788538092667
Nota: 10/10


Antes de mais nada, quero frisar que é a primeira vez que leio um livro que está na hype, e as expectativas estavam muito altas por já ter ouvido falar muito bem dele, mas a verdade é que a história de Anne me deixou com o coração quentinho. Um livro que te faz sentir todos os sentimentos da personagem e que te transporta para um lugar lindo, como num sonho inspirador. 

Mas é realmente esse o poder da imaginação, que Anne tem e que nos empresta neste livro em que conhecemos sua história: uma menina órfã, que aos 11 anos foi adotada por engano pelos irmãos Marilla e Matthew Cuthbert. 

No cenário idílico de Avonlea, mais especificamente na fazenda Green Gables, Anne, uma garota ruiva, magra e tagarela, vive suas aventuras de menina. Comete erros, faz travessuras, brinca e vive cada momento e cada sentimento de forma intensa.

É lindo de se ver como Anne se desenvolve, de sua infância até os 16 anos e meio (transitando entre a adolescência e a vida adulta). Como era uma aluna inteligente, aplicada (mesmo que essa motivação, em parte, fosse devido a uma rixa que ela tinha com Gilbert), como admirava a beleza da vida, como era grata pelas pequenas coisas, como conseguiu amolecer o coração de Marilla e orgulhar a Matthew, e o valor que dava às suas amizades. Anne é realmente inspiradora. Apesar de que a rivalidade entre ela e Gilbert Blythe ter sido bem intensa, eu sinceramente shippo esse casal. Tomara que eles fiquem juntos no decorrer da história.

A inocência que ela transmite em cada “enrascada” que ela se metia é engraçada e ao mesmo tempo tocante. Devido ao seu passado triste e sua grande habilidade em dar margem à imaginação, ela sempre se penitenciava de forma exagerada, e sofria com isso. É uma história muito fofa, que dá vontade de não parar mais de ler.

Fiquei tão ansiosa pela continuação, que mal escrevi essa resenha e já comecei o segundo livro. Recomendo a todos que leiam essa história simplesmente maravilhosa.

LEIA MAIS

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Frases Famosas de Grandes Filósofos

 Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Desculpem o sumiço, eu ando muito atarefada no meu trabalho, além de ter mudado de horário, o que bagunçou um pouco minha rotina.

Ah, tem mais uma coisa: quero anunciar aqui que tenho horários para aulas particulares de espanhol. Quem tiver interesse, pode me chamar no direct do Instagram @andressasoriano, e a gente conversa sobre os preços e horários. Além disso, também faço correção de texto e formatação ABNT para trabalhos escolares e acadêmicos e tradução de textos em espanhol. Chama lá no direct do Instagram que a gente negocia!



Vamos às frases! ♥


Você não é prevedora do futuro!

Isadora Lima


A vantagem da luz é que ela brilha no escuro.

Luiz Henrique


Achuei!

Angelina Costa


Para quem está tentando me derrubar, saiba que já estou no chão.

Tamara, do blog Tamaravilhosamente


A pessoa é tão velha que se levantar os braços, Jesus puxa.

Andressa Soriano

LEIA MAIS

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Confraria das Crônicas Fantásticas | Julho

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

E vamos de mais um post de resenhas das crônicas da Confraria das Crônicas Fantásticas! 

Só para reforçar aqui que a editora Crônicas Fantásticas me chamou para fazer uma parceria com eles para ajudar a divugar a Confraria, que é um serviço por assinatura de contos escritos por autores nacionais. Os contos são enviados por e-mail todos os meses para os confrades de acordo com os plano escolhido por cada um. Já aviso que os preços estão super acessíveis, e você ainda ajuda a fortalecer o cenário da literatura fantástica nacional. Acesse o site: https://www.catarse.me/confraria para conhecer mais sobre esse projeto!

Agora vem conferir a resenha dos contos do mês de julho!

O INVERNO MAIS QUENTE

Aliena é uma clériga que jurou sua espada aos deuses e que se negou a casar por interesses políticos, e por isso passou a ter a desaprovação de seu próprio pai. Porém, ele decide confiar a ela uma missão: levar uma encomenda até o monastério. Essa encomenda nada mais era que um velho homem e um baú que escondia uma magia poderosa. Ela terá que escolher entre a aprovação do pai ou não permitir que esse baú caia em mãos erradas. Gostei bastante desse conto, pois mostra uma luta interna de uma mulher corajosa, que soube fazer a escolha certa. O que mais gostei foi do final, que me deixou verdadeiramente surpresa.


FILHO DA LUA


Yerik era filho de uma profecia, chamado Filho da Lua. Contudo, viveu sua vida sendo um rebelde às suas origens, à religião e se tornou necromante, chegando a desafiar magos, rainhas, deuses e até mesmo a própria morte. Um conto excelente, com uma conclusão bem amarrada e satisfatória. Adoraria conhecer mais sobre o irmão gêmeo do personagem principal, citado no começo do conto, e o destino que levou.

O HERDEIRO DO TROVÃO

Em uma aventura épica, o Lobo do Mar revela ser descendente dos deuses nórdicos, encontra o Homem em Branco para impedir que um objeto muito poderoso caia em mãos erradas. Entre tantas perguntas sem respostas, eles vão lutar contra um exército. Me surpreendi com esse crossover entre os personagens de O Homem em Branco e Um Lobo entre as Dunas, e gostei ainda mais de vê-los em combate.



LEIA MAIS

domingo, 1 de agosto de 2021

Resenha #43 | Minha História (Biografia de Michelle Obama)

 

O livro está disponível para leitura no app Skoob


Título: Minha história

Autor: Michelle Obama

Gênero: Biografia

Nacionalidade: Norte-americana

Título original: Becoming

Tradução: Débora Landsberg, Denise Bottmann e Renato Marques

Editora: Companhia das Letras

ISBN: 9788547000646

Nota: 10/10


A biografia da ex-primeira dama americana Michelle Obama é simplesmente incrível e inspiradora, além de trazer uma representatividade enorme por ser uma mulher negra e ter tido uma origem humilde, tornando-se uma personalidade icônica mundialmente.

Michelle Obama viveu no South Side, em Chicago, num apartamento pequeno, junto com seus pais e seu irmão mais velho. Seu pai tinha esclerose múltipla, mas mesmo com a doença, era um exemplo de homem trabalhador. Sua mãe era dona de casa. Na biografia, ela conta que sim, teve algumas oportunidades que muitas crianças negras não tiveram: a possibilidade de estudar em uma das melhores escolas da região, ter tido a proteção do irmão em vários momentos da infância na escola, ter uma mãe que brigou para que ela saísse da turma de uma professora sem didática, para que ela pudesse se desenvolver intelectualmente. Seus pais sempre a apoiaram, desde a ir estudar numa escola de alto padrão no Ensino Médio, a bancar uma viagem para a Europa, para que ela pudesse ter mais oportunidades de melhorar de vida. Mas isso não apaga o esforço que ela fez para subir cada degrau.

Michelle Obama conta também sobre suas aventuras de adolescente, suas amizades e namoros. Relatou o quanto se esforçou para entrar na Universidade de Princeton, onde seu irmão também estudava graças a uma bolsa para jogadores de basquete. Como percebeu que a universidade era um lugar majoritariamente branco e masculino. E como trabalhou para tentar mudar essa realidade. Depois, como por impulso decidiu fazer Direito em Harvard, e trabalhou durante anos num escritório de advocacia, onde conheceu Barack. Contou como se apaixonou por ele, e quando foi pedida em casamento. Contou sobre a triste morte de seu pai, e também sobre seu casamento. Sobre seu sonho de ser mãe, sobre suas gravidezes, sobre o malabarismo que fez para ser uma mãe presente e uma excelente profissional. Sobre o início da carreira política de seu esposo, a candidatura à presidência e os oito anos de mandato. Sobre como era viver na Casa Branca, e tudo o que pôde fazer para ajudar as crianças dos EUA a terem uma alimentação mais saudável e acesso à educação. Inspirou meninas a não desistirem dos estudos, não apenas dentro de seu país, mas no mundo todo.

A história de Michelle Obama é linda, cheia de lutas e de coisas simples. Isso é o que me fez gostar tanto do livro. Ela se mostra ali como uma pessoa acessível e acolhedora, que tem sonhos e medos, que é igual a nós, e nos mostra que podemos chegar onde quisermos, porque ela chegou. Mostra também o quanto a educação mudou a vida dela, e que essa é a ferramenta mais poderosa na vida de uma pessoa, no desenvolvimento de uma nação, e no desenvolvimento mundial. Ela, que dizia não gostar de política, fez muito mais do que muitos políticos. E demonstrou com sua história de vida que sim, nós podemos.



LEIA MAIS